De Diogo a 14 de Outubro de 2008 às 20:32
«segundo alguns astrónomos que estudam as estrelas, a idade do do Universo é 18 mil milhões de anos porque as estrelas mais antigas terão 17 mil milhões e o Universo tem de ser mais antigo»


Caro Alf,

Vamos supor que Deus, chateado com os pecados humanos e os buracos negros, parava completamente o universo. Não existia qualquer movimento (excepto Deus a comer uma anja, perdão canja). Havia tempo?

E antes disso? Nada? Há 100 mil milhões de anos? Há 100000000000000 milhões de anos? Dois dias antes disso? Népias?

E, de repente, Milagre!
De alf a 14 de Outubro de 2008 às 22:59
Diogo
Será que Deus pode parar o Universo? Não faço ideia, nem sei o que possa ser «Deus»...

Mas suponhamos que o Universo pode ser «parado»; e agora pergunto eu: como se pode dizer se ele está ou não parado? Só esse Deus o poderá dizer porque para ele existirá movimento - movimento dentro do observador. Mas para um observador que «pare» não há tempo - mesmo que o movimento continue fora dele. Portanto, o conceito de Tempo é um processo que tem a ver o observador.

Por isso eu disse que Tempo é a percepção/sensação que o nosso cérebro constroi a partir da percepçao de que enfrenta situações sucessivas e distintas; um pouco como constroi a sensação de «vermelho» quando detecta uma radiação de determinado comprimento de onda.


"E, de repente, Milagre!"
O Big Bang sofre da nossa arrogância de ambicionarmos a explicação final para o Universo; o Desvanecimento é muito mais modesto, apenas trata deste fenómenozito que é a geração e desvanecimento de sucessivas gerações de matéria, num medium que persiste através das gerações de matéria; e não será este medium a estrutura última do Universo por certo. Não há milagres no Desvanecimento, mas há a nossa ignorância.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres