18 comentários:
De Curioso a 28 de Setembro de 2008 às 23:11
Boas...

Que viagem extraordinária... Daria um livro de ficcão científica maravilhoso... tipo "Viagem fantástica ao cérebro".
Continuo maravilhado com esta forma de ver o Universo; elegância, simplicidade e subtileza.


Ps: Seria o primeiro a comprar o livro se ele saísse...

Ps2: No livro referido acima um cientista russo descobre um processo de miniaturizar objectos através da diminuição da constante de Planck num espaço limitado... pode-se dizer que têm algo de comum com o desvanecimento.


Curioso.
De anonimodenome a 29 de Setembro de 2008 às 00:07
me desculpem meus amigos, mas à quase 20 anos que eu aguardo o livro.
estávamos a fazer os projectos de legalização das rádios locais e, estando precisado de papel de rascunho, arranquei uma página impressa do caixote do lixo e fiquei pasmado ao ler o conteúdo.
Pertencia aos primeiros documentos sobre o Desvanecimento. Perguntei por quem escreveu e pedi mais alimento.
e fiquei rico de sabedoria.
Não sei se fui o primeiro adepto. mas o alf pelo menos assim o afirmou. creio eu.
entretanto é bom saber que outros também já partilham desta sabedoria.
portanto, quanto ao livro, estou na fila desde ... amigo Curioso não vale ultrapassagens.


De alf a 29 de Setembro de 2008 às 01:22
anonimodenome

Não há problema, não fazem edições de menos de 1000 exemplares!
De alf a 29 de Setembro de 2008 às 01:20
Olá Curioso

É uma viagem desse tipo - ou quase. Ainda bem que alguém escreveu histórias dessas, porque é meio caminho andado para percebermos o que acontece no Desvanecimento; e ainda bem também que alguém escreveu o Guliver porque a seguir iremos recuar no tempo, em direcção a átomos sucessivamente maiores...

Obrigado pela amabilidade das suas palavras. O livro há de sair e eu farei questão de oferecer um exemplar aos meus comentadores - é para vocês que eu estou a escrevê-lo.

Comentar post