18 comentários:
De Diogo a 28 de Setembro de 2008 às 20:54
É extraordinário o castelo de cartas que você continua a construir (of thin air). Evidentemente, os seus alter-Watsons (Mário e Luísa), continuam a alimentar-lhe o debate...
De alf a 29 de Setembro de 2008 às 01:13
Diogo


Estou a começar devagarinho. À medida que fôr avançando irá vendo o «castelo de cartas» transformar-se em inexpugnável fortaleza. Conto consigo para a tentar derrubar - para ter a certeza que não há nenhuma frincha nas paredes


De alf a 29 de Setembro de 2008 às 01:39
Diogo, eu pensei inicialmente em fazer como o Galileu e pôr o Mário a dizer todos os disparates que a ciência actual sustenta; mas o Galileu tramou-se por causa disso e temos de aprender com a experiência dos outros, não é?

O Mário representa assim o melhor que a Ciência tem e não o típico. E mais: vou aproveitar até ao limite o «edifício do conhecimento» existente, provar que está certo aquilo que nele está feito, apesar de, com uns pequenos retoques, o ir transformar em algo completamente diferente - para uso das gerações vindouras, porque esta dificilmente o entenderá.

De alf a 30 de Setembro de 2008 às 01:30
diogo

Olhe este link maravilhoso:

http://math.ucr.edu/home/baez/crackpot.html

pode já começar a somar os pontos...

Comentar post