De Diogo a 22 de Setembro de 2008 às 22:07
Aposto que você não me sabe definir o que é o Tempo.
De alf a 23 de Setembro de 2008 às 02:19
Diogo, é fácil perceber o que é o Tempo para um observador atómico, ou seja, nós, desde que se compreenda o que é «velocidade» e o que é «distância».

Porque é que um corpo de desloca a uma velocidade uniforme na ausência de perturbações? Porque a «velocidade» é uma propagação num meio. Uma partícula não se «desloca» realmente, propaga-se.

Uma radiação electromagnética - luz - é uma perturbação «aberta» do meio e propaga-se a uma velocidade caracteristica do meio - a velcidade da luz.

Um partícula é uma perturbação «fechada» e propaga-se a uma velocidade que é função da sua assimetria e do meio.

Para um observador atómico o conceito de distância é proporcional ao «tijolo» com que se fabrica a matéria, ou seja a estrutura atómica. Não temos um conceito absoluto de distância, ele é relativo ao tamanho do átomo. Medimos o espaço justapondo corpos que presumimos iguais.

O Tempo, para nós, ou seja, o Tempo atómico, é a sequenciação de acontecimentos - se não pudermos sequenciar dois acontecimentos, dizemos que são simultâneos, que «têm o mesmo tempo». Medimos o tempo usando sequencias repetitivas do mesmo fenómeno, ou seja, justapondo fenómenos que presumimos idênticos.

um fenómeno implica uma interacção entre partículas e ou radiações; e esta implica que uma partícula ou uma radiação se desloque entre perturbações do espaço.

se o tamanho das partículas se reduz a metade, implicando que o tamanho das estruturas atómicas tb se reduz a metade, a distância (para um observador invariante) entre duas dadas perturbações do espaço tb; mas se as caracteristicas do meio e forma das partículas não se alterou, a velocidade de propagação é a mesma e o tempo de interacção passa a ser metade - para um observador exterior o ritmo dos acontecimentos dobra; o observador atómico não nota nada - por exemplo, quando mede o tempo* que um raio de luz leva a fazer um determinado percurso obtem sempre o mesmo valor, porque o tamanho do percurso reduz-se a metade e a unidade de tempo do seu relógio atómico também.

Ao longo destes passeios no tempo que iremos fazendo suponho que o conceito de «Tempo» irá ficando um pouco mais claro. Isto é um bocado subtil, se fosse óbvio não seria preciso fazer a pergunta...

*tempo: número de ocorrências do mesmo tipo que se justapõem sequencialmente (medimos o espaço justapondo corpos e medimos o tempo justapondo fenómenos).
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres