De gary a 9 de Novembro de 2009 às 18:33
Perfeito. Só me restou mais um ponto a esclarecer.

Quando você diz que se todas as medidas dentro de um observador variar este não perceberia a variação entendo sem dificuldades.

Contudo quando diz que as contas dão certo para qualquer referencial em qualquer situação já não consigo visualizar muito bem, pois, por exemplo, estamos aqui na terra em movimento sem percebê-lo quais contas seriamos capazes de fazer, por exemplo, em relação a um planeta qualquer? Podemos calcular sua massa? Sua velocidade vetorial? Sua distância? Como se fossemos "o centro do universo”?

Este ponto ainda me falta elucida-lo se tiver a paciência de me esclarecer este por menor, agradeço desde já a atenção.
Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres