De Peter15 a 18 de Junho de 2009 às 17:17
A "matéria escura" (dark matter) existe, mas ninguém sabe o que é. Detectou-se por acaso e pela primeira vez, aquilo que já se sabia: que a sua estrutura era diferente da do gás, das poeiras, estrelas e outros componentes de um cluster de galáxias.
Não "reage a impactos" mas actua sobre a força da gravidade e é a responsável por um fenómeno conhecido por "lente gravitacional", que desvia a luz proveniente das galáxias distantes, originando que nós vejamos uma imagem múltipla dessas galáxias.

(é uma opinião que não é minha e que eu li já não sei onde)

Como dizia o saudoso Richard Feynman:
“Não dá para fazer perguntas sobre as quais, honestamente, não existe resposta no estádio actual dos nossos conhecimentos.”
De alf a 18 de Junho de 2009 às 18:27
Peter

Eu tentei mostrar-lhe o significado do que você mesmo disse. A única coisa que o parâmetro «negra negra» representa é campo gravítico. E não pode representar mais nada.

a deflexão da luz é uma propriedade do campo gravítico. O que se passa é que o campo gravítico da galáxia não é o que resulta do modelo do Big Bang e à diferença entre o campo previsto e o obervado chamou-se «matéria negra».

Acho que isto é claríssimo e se ler o que você mesmo escreveu não consegue tirar uma conclusão diferente.

E mais: não só não tem nenhuma propriedade da matéria, como nem sequer tem qualquer outro campo, por exemplo, eléctrico. E também não se propaga nem se move. É só um campo gravítico.

Aliás, na própria wikipedia, na legenda da figura que apresento no post com a velocidade de rotação da galáxia, diz que ela é devida à presença de matéria negra ou a uma modificação do campo gravítico!!! É que a Wikipedia não é escrita para o «grande público» e tem outras exigências de rigor.

Esta sua questão é importante, vou salientar isto nos próximos posts. Já muitos professores universitários que não percebiam que a matéria negra é apenas um nome para uma anomalia do campo gravítico no quadro do Big Bang, portanto não admira que pessoas fora da cosmologia também pensem o mesmo.


No próximo post, ou no seguinte, verá que esta questão está bem dentro do «estadio actual dos nossos conhecimentos», pelo que essa frase não se aplica aqui.



Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres