7 comentários:
De antonio - o implume a 14 de Setembro de 2009 às 09:47
Já tínhamos chegado à conclusão que o Sol era fêmea (julgo que no ano passado). Agora desvendar a sua personalidade através do seu comportamento caótico será a maior dádiva ao conhecimento humano desde o início dos tempos! Força!
De alf a 14 de Setembro de 2009 às 17:04
O Sol é uma «fêmea» com poder absoluto sobre nós... Já imaginou o que isso significa? A mais pequena alteração de comportamento tem consequências devastadoras... compreender a sua personalidade é uma questão de sobrevivência. Os antigos conheceram a força da sua ira e aprenderam a temê-la; procuraram protecção em religiões e rituais; nós podemos fazer melhor, se formos capazes de compreender.

Este será o último post deste blogue pelos tempos mais próximos.
De Curioso a 15 de Setembro de 2009 às 13:47
Boas..

Que vontade de ir embora...
a mim parece-me que os comentários do Peter... o afectaram muito.
Alf... não esqueça que tem outros leitores e que fez promessas que ainda não cumpriu.

Eu falo em relação a mim...
Acho que deve continuar.
Para alguém de espírito aberto o seu blog é uma lufada de ar fresco e uma alternativa credível a idéias que já deveriam ter passado há história há muito tempo.

Abraço.
Curioso.
De alf a 16 de Setembro de 2009 às 00:10
Olá Curioso

Não ignoro os comentários do Peter, é claro, mas não sou afectado por eles em sentido negativo. Simplesmente chegou a altura de dar um passo diferente e também me falta o tempo para todas as «frentes», tenho de fazer opções.


Obrigado pelo estímulo - soube-me muito bem, confesso. Eu não estou desaparecido ou desistente. Estou a preparar um texto que pode esclarecer muitas dúvidas e que deve ficar pronto antes do fim do ano. Penso que vai ser um texto da maior importância em todo este processo.

Entretanto, esta é a altura de fazermos algo diferente: altura de vermos todas as pequenas e grandes dúvidas que podem estar por aí adormecidas. A propósito ou a despropósito do que foi dito. Ponham questões, sobre o que foi dito ou não foi dito, que eu tentarei responder ao que souber.

É possível que eu vá pondo um post de vez em quando, sobre um qualquer assunto que me pareça interessante abordar.

Quanto ao «Jorge», ele aparecerá quando o Sol se puser de novo, desta vez para falar do Sol e da Terra; mas esse é tema que é preciso abordar com muito cuidado.

Um abraço e obrigado
De anonimodenome a 16 de Setembro de 2009 às 09:15
Obrigado alf por tudo e um até breve é o meu desejo.
Bom trabalho.
(Não aconselho as Caraíbas porque levei livros e não consegui ler uma página)
De andre a 7 de Dezembro de 2009 às 01:50
nao terá mt a ver directamente c o post mas achará decerto ineteressantissimo caro alf

http://blogs.discovermagazine.com/badastronomy/2008/10/06/astronomers-find-a-planet-denser-than-lead/
De alf a 7 de Dezembro de 2009 às 21:38
andre

Interessante sem dúvida; a minha teoria de formação de planetas, muto diferente da «oficial», prevê uma distribuição de densidades que diminui com a distância à estrela; portanto, um planeta tão perto teria de ter uma densidade muito alta.

Só que há duas questões: a determinação das caracteristicas é indirecta e temos de deixar sempre uma margem de dúvida nestes casos; e resta saber se se trata de um «planeta», ou seja um corpo celeste formado pelos mesmos mecanismos que formaram os planetas do sistema solar, ou de um corpo de outra origem.

Comentar post