Segunda-feira, 14 de Setembro de 2009

Nasce o Sol

 

 

Porque é que o Sol não tem oscilações radiais, quererás tu dizer...

 

Sim, isso mesmo, porque é que não se observam oscilações significativas de diâmetro ou de radiação no Sol.”

 

Bem, a tua pergunta surpreende-me... há estrelas que oscilam, como as Cefeides, mas a oscilação destas é que precisa de ser explicada; agora a não-oscilação do Sol é o que se espera do modelo estelar, o Sol está em equilíbrio entre a pressão gravítica e a pressão exercida pela radiação do núcleo solar, como seria de esperar.”

 

Engano meu caro Mário, um sistema activo nunca está em equilíbrio estático, isso só é possível num sistema passivo em que existam perdas; por exemplo, água num sistema de tubos ou um pêndulo sem alimentação chegam a um estado de equilíbrio porque a sua energia inicial de desequilíbrio é dissipada por atrito e o sistema não gera energia.”

 

Ai não? Então num sistema como o Sol o que é que acontece? Não está o Sol em equilíbrio estático?

 

Num sistema activo o equilíbrio é sempre dinâmico, isto é, o estado de equilíbrio é um estado oscilatório. Sempre.”

 

Não estou a perceber-te; estás a contestar o óbvio? Nem parece teu... não sabes que o Sol não oscila??”

 

“Parece não oscilar porque tem um sistema que absorve essa oscilação antes dela atingir a superfície solar.”

 

Ah ah, tu és o máximo! Como as observações contrariam a tua teoria, inventas sistemas misteriosos para explicar o desajuste!

 

Percebo que o céu começa a clarear, o Sol está a nascer não tarda e eu tenho um compromisso marcado para uma hora depois do nascer do Sol, tenho de me ir embora. Tenho de encerrar esta conversa.

 

Amigos, o Sol vai nascer e eu tenho de me ir embora; não vou poder explicar como funciona o Sol, digo-vos apenas que tem uma oscilação interior, cuja frequência e amplitude também é oscilante, e com um valor médio lentamente crescente. Os ciclos de manchas solares são a manifestação dessas oscilações ao nível da superfície solar.”

 

Isso é tudo um disparate; as manchas solares são explicadas pela teoria do dínamo solar e os ciclos solares variam caoticamente, como é evidente pela análise das manchas solares.”

 

A teoria do dínamo solar prevê que a energia radiada pelo Sol varie inversamente ao número de manchas e verifica-se exactamente o oposto; quanto ao comportamento aparentemente caótico dos ciclos solares, acontece apenas que a relação entre as oscilações e o número de manchas solares é um pouco como a relação entre a temperatura da água num tacho ao lume e o número de bolhas que rebentam na sua superfície.”

 

O quê? Culinária agora? Como é isso?A Luísa igual a si mesma.

 

Se um cientista se puser a contar as bolhas que rebentam na superfície da água, vai fazer um gráfico irregular, com uma óbvia componente caótica; mas o fenómeno que as causa, a temperatura da água, não tem nada de caótico. Por isso, um cientista que entenda a causa das bolhas é capaz de determinar a regular variação de temperatura pela análise do caótico número de bolhas.”

 

Queres dizer com isso que és capaz de definir exactamente essas oscilações solares?”

 

Conhecê-las é desvendar a «personalidade» do Sol; e isso é fundamental porque o Sol tem personalidade.”

 

Que queres dizer com isso?A Ana subitamente interessada.

 

O que suspeitas Ana: o Sol é a origem de todos os mitos, profecias e religiões; perante ele se ajoelha a Vida, e mesmo a mais poderosa e arrogante das suas formas soçobra à sua cólera; o passado e o futuro são marcados pela sua «vontade». Nada é tão importante como compreendermos o Sol.”

 

É por isso que o Vaticano tem o maior telescópio óptico terrestre do mundo?

 

Não preciso de dizer mais nada; o que tenho dito chega e sobra para quem estiver pronto para entender; e tenho de sair já já.”

 

Livra, que encontro tão misterioso, deve ser alguma fada com hora de aparição...Sorrio para a Luísa; e saio correndo à frente do amanhecer.

 

 

publicado por alf às 00:48
link do post | comentar | favorito
|
7 comentários:
De antonio - o implume a 14 de Setembro de 2009 às 09:47
Já tínhamos chegado à conclusão que o Sol era fêmea (julgo que no ano passado). Agora desvendar a sua personalidade através do seu comportamento caótico será a maior dádiva ao conhecimento humano desde o início dos tempos! Força!
De alf a 14 de Setembro de 2009 às 17:04
O Sol é uma «fêmea» com poder absoluto sobre nós... Já imaginou o que isso significa? A mais pequena alteração de comportamento tem consequências devastadoras... compreender a sua personalidade é uma questão de sobrevivência. Os antigos conheceram a força da sua ira e aprenderam a temê-la; procuraram protecção em religiões e rituais; nós podemos fazer melhor, se formos capazes de compreender.

Este será o último post deste blogue pelos tempos mais próximos.
De Curioso a 15 de Setembro de 2009 às 13:47
Boas..

Que vontade de ir embora...
a mim parece-me que os comentários do Peter... o afectaram muito.
Alf... não esqueça que tem outros leitores e que fez promessas que ainda não cumpriu.

Eu falo em relação a mim...
Acho que deve continuar.
Para alguém de espírito aberto o seu blog é uma lufada de ar fresco e uma alternativa credível a idéias que já deveriam ter passado há história há muito tempo.

Abraço.
Curioso.
De alf a 16 de Setembro de 2009 às 00:10
Olá Curioso

Não ignoro os comentários do Peter, é claro, mas não sou afectado por eles em sentido negativo. Simplesmente chegou a altura de dar um passo diferente e também me falta o tempo para todas as «frentes», tenho de fazer opções.


Obrigado pelo estímulo - soube-me muito bem, confesso. Eu não estou desaparecido ou desistente. Estou a preparar um texto que pode esclarecer muitas dúvidas e que deve ficar pronto antes do fim do ano. Penso que vai ser um texto da maior importância em todo este processo.

Entretanto, esta é a altura de fazermos algo diferente: altura de vermos todas as pequenas e grandes dúvidas que podem estar por aí adormecidas. A propósito ou a despropósito do que foi dito. Ponham questões, sobre o que foi dito ou não foi dito, que eu tentarei responder ao que souber.

É possível que eu vá pondo um post de vez em quando, sobre um qualquer assunto que me pareça interessante abordar.

Quanto ao «Jorge», ele aparecerá quando o Sol se puser de novo, desta vez para falar do Sol e da Terra; mas esse é tema que é preciso abordar com muito cuidado.

Um abraço e obrigado
De anonimodenome a 16 de Setembro de 2009 às 09:15
Obrigado alf por tudo e um até breve é o meu desejo.
Bom trabalho.
(Não aconselho as Caraíbas porque levei livros e não consegui ler uma página)
De andre a 7 de Dezembro de 2009 às 01:50
nao terá mt a ver directamente c o post mas achará decerto ineteressantissimo caro alf

http://blogs.discovermagazine.com/badastronomy/2008/10/06/astronomers-find-a-planet-denser-than-lead/
De alf a 7 de Dezembro de 2009 às 21:38
andre

Interessante sem dúvida; a minha teoria de formação de planetas, muto diferente da «oficial», prevê uma distribuição de densidades que diminui com a distância à estrela; portanto, um planeta tão perto teria de ter uma densidade muito alta.

Só que há duas questões: a determinação das caracteristicas é indirecta e temos de deixar sempre uma margem de dúvida nestes casos; e resta saber se se trata de um «planeta», ou seja um corpo celeste formado pelos mesmos mecanismos que formaram os planetas do sistema solar, ou de um corpo de outra origem.

Comentar post

Creative Commons License
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons.

.ATENÇÃO: Este blogue é um olhar para além das fronteiras do Conhecimento actual. Não usar estas ideias em exames de Física do Liceu ou da Universidade.

.pesquisar

 

.posts recentes

. paciência, muita paciênci...

. Listem

. A Self-similar model of t...

. Generalizando o Princípio...

. Generalizando o Princípio...

. O Voo do Pombo Correio

. A Relativistic Theory of ...

. Como modelar uma nova teo...

. A Relativistic Theory of ...

. Abstract

.arquivos

. Março 2012

. Julho 2011

. Março 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds